A Microsoft pretende atualizar o WordPad e planeja removê-lo de uma versão futura do sistema operacional Windows, de acordo com informações fornecidas originalmente pela publicação The Verge.

Em vez disso, a empresa de software recomendará o uso do Microsoft Word, seu processador de texto pago, que sempre ofereceu mais recursos do que o aplicativo WordPad básico que está no Windows desde o Windows 95.

Em comunicado divulgado na sexta-feira, a Microsoft anunciou o seguinte: “O WordPad não receberá mais atualizações e será removido em uma versão futura do Windows

Recomendamos o uso do Microsoft Word para documentos de texto complexos, como os em formato .doc e .rtf, e o Windows Notepad para documentos de texto simples, como os em formato .txt”.

Microsoft dá com uma mão e tira com a outra

A decisão de remover o WordPad ocorre logo depois que a Microsoft revelou que adicionará recursos como salvamento automático e restauração de tabulação automática ao aplicativo Windows Notepad.

A empresa atualizou o aplicativo Windows Notepad pela primeira vez em 2018, após um hiato de muitos anos, e continuou a adicionar funcionalidades na versão do Windows 11.

Porém, o WordPad não tem recebido a mesma atenção da Microsoft, infelizmente para quem utilizava este aplicativo com frequência.

Embora tenha sido atualizado com a UI Ribbon no Windows 7, ele não recebeu melhorias significativas após uma pequena reformulação do Windows 8 posterior.

A Microsoft agora está planejando remover completamente o WordPad de uma versão futura do Windows, provavelmente o Windows 12, que deverá aparecer em nossas vidas em algum momento do ano de 2024. A versão trará muitos recursos baseados em IA – ou pelo menos é o que se presume.

Isso mesmo, se você não é necessariamente um fã do Wordpad, a mudança trazida pela Microsoft não irá impactá-lo em nada. E se você não quer necessariamente pagar pelo pacote Office, você sempre pode recorrer aos clones de código aberto, disponíveis gratuitamente com um clique de download.