O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como “refúgio seguro”, o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.

O ouro também é reconhecido como um dos instrumentos de negociação mais populares, tanto para negociadores intradiários quanto para negociadores de swing. Muitas estratégias diferentes foram desenvolvidas para negociar ouro, mas algumas são mais essenciais do que outras.

Neste artigo, examinaremos algumas das estratégias de negociação de ouro mais populares usadas por negociadores de ouro em todo o mundo.

Se você é novo na negociação de ouro, essas estratégias o ajudarão a começar com o pé direito. Ainda melhor para novos negociadores é o nosso curso de negociação de ouro, que você pode se inscrever gratuitamente!

Mas se você é um negociador experiente, essas estratégias podem ajudá-lo a refinar sua abordagem atual e melhorar seus resultados.

Por que o ouro é um bom ativo para negociar?

O ouro é um instrumento de negociação altamente líquido. O volume médio diário de negociação para o ouro em 2021 é estimado em US$ 130 bilhões. O ouro é negociado em vários centros, e a maioria das negociações é realizada no mercado de balcão.

A vantagem de negociar um instrumento de negociação altamente líquido, como o ouro, é que os spreads geralmente são mais baixos (por exemplo, em comparação com o paládio e a platina, que são muito menos líquidos), e os negociadores podem executar grandes negociações sem afetar muito o mercado.

Embora o ouro possa ser volátil, na maioria das vezes o mercado é líquido o suficiente para evitar movimentos de preço muito erráticos.

O ouro é um ótimo instrumento para diversificação, e isso não se aplica apenas aos investimentos. Negociadores que estão fortemente concentrados em moedas ou ações acham útil, de vez em quando, olhar para outros instrumentos de negociação, especialmente se houver uma falta de oportunidades de negociação em suas classes de ativos favoritas. Existem várias razões para o preço do ouro, e os negociadores podem aproveitar essa oportunidade.

O que é uma estratégia de negociação de ouro?

Vamos primeiro dar uma olhada no que é uma estratégia de negociação.

Uma estratégia de negociação pode ser descrita como um conjunto de regras que ajudam um negociador a determinar quando entrar em uma negociação, como gerenciá-la e quando encerrá-la. Uma estratégia de negociação pode ser muito simples ou muito complexa, e varia de negociador para negociador.

Se um negociador já possui uma estratégia de negociação, ele pode ser capaz de usá-la para o ouro. Em alguns casos, no entanto, sua estratégia de negociação existente pode não ser adequada.

Por exemplo, uma estratégia de negociação de intervalo que funciona bem com pares de moedas que geralmente têm menor volatilidade, como o EUR/GBP, provavelmente se sairá mal neste caso, já que o ouro tende a ter maior volatilidade.

A melhor maneira de descobrir é testar sua estratégia de negociação em um ambiente de demonstração livre de riscos. Dentro desse ambiente, você tem acesso a fundos virtuais, então lembre-se de que o sucesso neste ambiente pode não ser diretamente replicado em tempo real na plataforma MT4 ao vivo.

Estratégias essenciais de negociação de ouro para todos os negociadores

Veja nossa lista de 6 estratégias essenciais de negociação de ouro abaixo:

  1. Negociação de posição
  2. Negociação de notícias
  3. Estratégias de negociação de tendência
  4. Estratégia de negociação diária
  5. Negociação de ação de preço
  6. Consultores especializados / Negociação de cópias

1. Negociação de posição

Quando você negocia ações, normalmente analisa notícias relacionadas à empresa ou à indústria. Ao negociar moedas, serão dados econômicos e eventos relevantes para o país cuja moeda você está negociando. Com o ouro, as coisas se tornam um pouco mais complicadas. Existem diversas variáveis que podem influenciar o preço do ouro:

  • Desenvolvimentos geopolíticos: O metal precioso é geralmente visto como um refúgio seguro, e os preços tendem a subir durante períodos de tensões geopolíticas.
  • Receios de inflação: Durante períodos em que os investidores estão preocupados com a inflação em alta, o ouro geralmente se aprecia, pois manter dinheiro em espécie se torna cada vez menos atrativo.
  • Política monetária: O ouro e o dólar norte-americano têm uma relação inversa. Portanto, expectativas de aumento das taxas de juros nos EUA impulsionarão o dólar e colocarão o ouro sob pressão. Por outro lado, se as expectativas de taxas de juros nos EUA diminuírem, o dólar pode cair enquanto os preços do ouro se valorizam.
  • Oferta e demanda física: A compra de ETFs de ouro ou a negociação de CFDs e futuros de ouro se tornaram populares, mas o ouro físico ainda é usado na produção de joias e investimentos (por exemplo, moedas e barras). A demanda por esses produtos também influenciará o preço do ouro.

Aplicar análise fundamental na negociação de ouro exige que você acompanhe diversos eventos e tendências em todo o mundo. Isso é adequado para negociadores de médio a longo prazo.

2. Negociação de notícias

Embora isso esteja relacionado à análise fundamental, a negociação de notícias é um termo geralmente usado para negociadores que negociam um evento específico e podem acabar mantendo posições relevantes por apenas segundos ou alguns minutos.

Embora o preço do ouro às vezes seja influenciado por eventos surpreendentes, existem eventos programados, como divulgações de dados econômicos e reuniões de bancos centrais, que podem ter um impacto significativo no preço do ouro.

Exemplos incluem o Relatório de Folhas de Pagamento Não Agrícolas (Nonfarm Payrolls – NFP), dados de inflação e reuniões do Federal Reserve.

3. Estratégias de negociação de tendência

Estratégias de negociação de tendência envolvem identificar oportunidades de negociação na direção da tendência. A ideia por trás disso é que o instrumento de negociação continuará a se mover na mesma direção em que está tendendo no momento (para cima ou para baixo).

Quando os preços estão subindo consistentemente (registrando máximas mais altas), estamos falando de uma tendência de alta. Da mesma forma, preços em declínio (o instrumento de negociação está registrando mínimas mais baixas) indicam uma tendência de baixa.

A boa notícia é que o ouro tende a ser bastante volátil, resultando em tendências fortes se formando de tempos em tempos.

O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como "refúgio seguro", o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.

Os negociadores frequentemente usam indicadores técnicos ao aplicar uma estratégia de negociação de tendência. Mencionaremos alguns dos indicadores mais populares posteriormente no artigo.

4. Estratégia de negociação diária

Os negociadores diários geralmente não mantêm negociações por apenas segundos, como os scalpers fazem. No entanto, o dia de negociação também tende a se concentrar em uma sessão ou período específico do dia, quando eles tentam aproveitar as oportunidades. Enquanto os scalpers podem usar um gráfico M1 para negociar, os negociadores diários geralmente usam qualquer coisa de M15 até o gráfico H1.

Scalpers tendem a abrir mais de 10 negociações por dia (alguns negociadores altamente ativos podem chegar a mais de 100 por dia), enquanto os negociadores diários costumam ser um pouco mais lentos e tentam encontrar 2-3 boas oportunidades por dia.

O ouro é adequado para a negociação diária, pois é um instrumento de negociação altamente líquido, os spreads são baixos (especialmente em comparação com outras commodities) e a volatilidade é suficientemente alta na maioria dos dias para que as oportunidades de negociação se apresentem.

5. Negociação de ação de preço

A negociação de ação de preço é uma estratégia que se concentra em tomar decisões com base nos movimentos de preço de um determinado instrumento, em vez de incorporar indicadores técnicos (como RSI, MACD ou Bandas de Bollinger). Existem várias estratégias de ação de preço que os negociadores podem utilizar, desde rompimentos até reversões e padrões de candlestick simples e avançados.

Essa estratégia pode ser facilmente implementada em todos os prazos, o que é uma grande vantagem. Por exemplo, um negociador diário pode negociar um rompimento no ouro em um gráfico M15, enquanto um negociador de swing pode realizar uma negociação com base em um rompimento (mesmo padrão) em um gráfico H4.

6. Consultores especializados / Negociação de cópias

Existem muitos consultores especializados (EAs) criados especificamente para a negociação de ouro. Ao mesmo tempo, existem provedores de sinais que se especializam na negociação de ouro e que os negociadores podem copiar por meio de várias plataformas de negociação de cópias. Esta estratégia é mais adequada para iniciantes ou negociadores experientes que não veem suas estratégias existentes como compatíveis com o ouro e que não têm tempo para desenvolver uma nova.

Melhores indicadores para a negociação de ouro

Existem vários indicadores que podem ser usados para ajudar a prever os movimentos de preço do ouro. Descubra alguns dos melhores indicadores para a negociação de ouro abaixo:

Indicador de Força Relativa (RSI)

O Indicador de Força Relativa (RSI) é um dos indicadores técnicos mais populares usados pelos negociadores. É uma ferramenta útil para identificar quando um instrumento de negociação – neste caso, o ouro – está sobrecomprado ou sobrevendido.

Se o RSI cair abaixo de 30, diríamos que ele entrou em território de sobrevenda. Por outro lado, um valor de RSI de 70 ou mais indicaria condições de sobrecompra.

O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como "refúgio seguro", o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.

O RSI pode ser uma ótima ferramenta para filtrar sinais. Por exemplo, se você receber um sinal de compra, poderá verificar o valor do RSI. Se estiver acima de 70, talvez queira reconsiderar a compra de ouro, pois ele já está em território de sobrecompra. Um valor abaixo de 70 seria preferível.

Embora você possa perder algumas oportunidades de negociação, isso pode melhorar a qualidade geral dos sinais que você obtém de sua estratégia de negociação.

Indicador de Médias Móveis

As médias móveis são indicadores simples, mas eficazes, que podem ajudar os negociadores de ouro. Elas podem ser usadas para simplesmente avaliar a direção do mercado, como ao traçar uma média móvel de 200 períodos em um gráfico diário.

Além disso, elas podem ser usadas como indicadores que geram sinais de entrada/saída. Por exemplo, você pode traçar uma média móvel rápida (10) e uma média móvel lenta (20) em um gráfico de uma hora. Quando a média móvel de 10 cruzar acima da média móvel de 20, isso geraria um sinal de compra. Se a média móvel de 10 cruzar abaixo da média móvel de 20, isso criaria um sinal de venda.

O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como "refúgio seguro", o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.

Este é um exemplo simplificado. Na vida real, você precisará testar vários parâmetros e introduzir outras ferramentas para ajudar a filtrar os sinais ruins. Você também precisa garantir que o ouro esteja atualmente em uma tendência (para cima ou para baixo). Se o ouro estiver consolidando em uma faixa, você obterá muitos sinais falsos.

Bandas de Bollinger

As Bandas de Bollinger são um conjunto de três linhas que representam a volatilidade, que é a faixa de preços em que historicamente o ativo foi negociado.

As duas linhas exteriores mostram onde os níveis superiores e inferiores de movimento de preços devem ser esperados para serem negociados 90% do tempo (a faixa de negociação), enquanto a linha do meio mostra a ação de preço em tempo real movendo-se entre esses limites, à medida que flutua de dia para dia.

Quando essas bandas se contraem (diminuem), isso indica alta volatilidade; quando essas bandas se expandem, isso sugere que o ouro pode estar passando por um período de baixa volatilidade.

O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como "refúgio seguro", o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.

Como escolher a melhor estratégia de negociação de ouro?

Não existe uma estratégia de negociação que possa ser descrita como “a melhor” para negociar ouro. Uma estratégia pode funcionar incrivelmente bem para o negociador A, mas mal para o negociador B. Um fator significativo é que a psicologia de negociação desempenha um grande papel nos mercados.

Antes de começar a desenvolver estratégias de negociação, é recomendável que você descubra que tipo de negociador você é e desenvolva um plano de negociação que inclua regras de gerenciamento de risco (por exemplo, quanto você está disposto a arriscar por negociação).

Uma vez que você tenha uma boa ideia se deseja ser um scalper ou um negociador de longo prazo e se deseja confiar na análise técnica ou na análise fundamental, ou em uma combinação de ambas, você pode começar a desenvolver uma estratégia de negociação adequada.

Na fase de teste, uma conta de demonstração pode ser sua melhor amiga. Ela permite que você faça backtesting, mas também testar sua estratégia em tempo real, sem correr riscos. Você pode aprender sobre as características do ouro e o que está impulsionando seu preço com antecedência, mas observar a ação de preço e testar a estratégia em tempo real lhe dará uma sensação melhor do mercado.

Qual sessão de negociação de ouro é a melhor?

A melhor sessão de negociação para o ouro pode variar dependendo do seu estilo de negociação e objetivos. As sessões mais ativas para a negociação de ouro geralmente ocorrem durante as sobreposições de sessões de diferentes centros financeiros. As três principais sessões de negociação para o ouro são:

  1. Sessão de Londres: A sessão de Londres é uma das mais ativas para a negociação de ouro. Ela começa por volta das 01:01 GMT e se estende até cerca das 10:59 GMT. Durante esse período, há uma sobreposição de sessões com a Ásia, o que pode aumentar a liquidez e criar oportunidades de negociação.
  2. Sessão de Nova York: A sessão de Nova York também é muito ativa para a negociação de ouro. Ela começa por volta das 13:01 GMT e se estende até cerca das 22:59 GMT. Esta sessão é especialmente importante porque Nova York é um dos principais centros financeiros do mundo e influencia significativamente os movimentos do mercado.
  3. Sessão Asiática: A sessão asiática começa por volta das 22:01 GMT e se estende até cerca das 06:59 GMT. Embora seja geralmente menos ativa do que as sessões de Londres e Nova York, ainda pode haver oportunidades de negociação durante a sessão asiática, especialmente se ocorrerem eventos econômicos significativos que afetem o mercado.

A escolha da melhor sessão de negociação para você depende de vários fatores, incluindo seu fuso horário, estilo de negociação e disponibilidade. Se você é um scalper ou um negociador intradiário que procura aproveitar movimentos de curto prazo, as sessões de Londres e Nova York podem ser mais adequadas devido à maior liquidez e volatilidade. Se você é um negociador de longo prazo, pode não ser tão crítico escolher uma sessão específica.

Atualizado em by Forex Digital
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Registro Rápido

Esta corretora possui alta velocidade de execução e baixos spreads devido à sua melhor política de execução.

90%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais! Nas Corretoras Abaixo

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
O ouro é uma das formas de moeda mais antigas e confiáveis do mundo, e sua valorização intrínseca, bem como seu apelo como "refúgio seguro", o tornam um investimento popular e uma ótima maneira de diversificar uma carteira.