Criptomoeda é uma moeda virtual que, assim como dinheiro em espécie, é uma fonte de poder de compra. Ela também é uma oportunidade de investimento e, como outros ativos de investimento, pode ser comprada com o objetivo de obter retorno financeiro. No entanto, é importante ressaltar que as criptomoedas são uma das classes de ativos mais voláteis, ou seja, seus preços têm grandes oscilações. Investir a longo prazo em criptomoedas, e não negociar especulativamente, é uma maneira de participar dessa tecnologia transformadora e de suas aplicações em desenvolvimento.

É impossível prever o futuro, mas parece claro que as criptomoedas e as tecnologias subjacentes serão cada vez mais comuns. No entanto, o caminho para esse futuro, onde o uso de criptomoedas faz parte do nosso dia a dia, será cheio de obstáculos. – Douglas Feldman, Diretor de Investimentos da Stash.

Ao contrário da maioria das formas de moeda, as criptomoedas são descentralizadas, ou seja, não são emitidas, respaldadas ou regulamentadas por uma autoridade central, como o governo dos Estados Unidos. Essa descentralização é uma característica importante de seu design. As unidades de criptomoeda, conhecidas como moedas ou tokens, são criadas digitalmente por meio de um processo de validação que depende da tecnologia blockchain, uma poderosa tecnologia que pode ser usada em uma ampla variedade de processos, não apenas para criptomoedas.

Também conhecida como tecnologia de registro distribuído, a blockchain produz um registro criptografado seguro do valor de cada moeda virtual e de suas transações associadas. Esses registros são distribuídos e vinculados em toda a rede de partes ou computadores que acessam a blockchain; em teoria, a blockchain pode ser acessada por qualquer pessoa com uma conexão à internet. Esse sistema foi projetado com segurança, transparência, velocidade e precisão em mente.

Tipos de criptomoedas

Criptomoeda é uma moeda virtual que, assim como dinheiro em espécie, é uma fonte de poder de compra. Ela também é uma oportunidade de investimento e, como outros ativos de investimento, pode ser comprada com o objetivo de obter retorno financeiro. No entanto, é importante ressaltar que as criptomoedas são uma das classes de ativos mais voláteis, ou seja, seus preços têm grandes oscilações. Investir a longo prazo em criptomoedas, e não negociar especulativamente, é uma maneira de participar dessa tecnologia transformadora e de suas aplicações em desenvolvimento.

Embora o termo “criptomoeda” seja um termo genérico para moedas virtuais que usam tecnologia blockchain, existem muitos tipos diferentes: mais de 26.000 até julho de 2023, segundo o CoinMarketCap.com. O Bitcoin foi uma das primeiras criptomoedas criadas e ainda é a mais conhecida. Coletivamente, todas as outras criptomoedas baseadas em moedas são chamadas de “altcoin” ou alternativa ao bitcoin.

Nos últimos anos, várias criptomoedas ganharam destaque, acumularam grande valor de mercado e desenvolveram bases amplas de usuários e investidores.

O que considerar antes de investir em criptomoedas

As criptomoedas podem ser voláteis, com grandes oscilações de valor em curtos períodos de tempo, o que pode fazer você pensar duas vezes se você é avesso ao risco. Lembre-se de que qualquer pessoa pode lançar uma criptomoeda e a forma como ela é regulamentada está em constante mudança, por isso é vital investigar minuciosamente quaisquer possíveis investimentos para evitar golpes.

Também pode ser útil considerar por que você deseja investir em criptomoedas. Você está procurando aproveitar uma tendência ou tem uma estratégia bem pensada em mente? Feldman recomenda: “Nunca invista em algo acreditando que você não pode perder. Não existe uma maneira fácil de ganhar muito dinheiro sem risco. Você só deve investir em uma criptomoeda se acreditar em suas perspectivas de longo prazo e estiver disposto a suportar grandes oscilações de preço.”

Outro fator que Feldman sugere que os investidores considerem é que, “embora as criptomoedas possam ser uma poderosa oportunidade de investimento a longo prazo, pode ser prudente agir com cautela e ter clareza sobre suas intenções e expectativas antes de se envolver.

Ao investir, é extremamente importante adotar uma perspectiva de longo prazo. Isso é especialmente válido para ativos que podem subir ou cair rapidamente, como as criptomoedas. Ao investir em ativos altamente voláteis, é fácil cometer o erro de tomar decisões baseadas em emoções, como comprar quando o preço está subindo com medo de perder ou vender quando os preços caem. Normalmente, essas não são boas estratégias de investimento.”

As criptomoedas são um bom investimento?

Se as criptomoedas serão um bom investimento para você depende de muitos fatores. Assim como em qualquer investimento, a resposta depende de coisas como sua tolerância ao risco, tanto em termos financeiros quanto psicológicos, seu horizonte de tempo e a diversificação de sua carteira. A volatilidade das criptomoedas significa que o valor de suas moedas pode subir ou cair rapidamente e, às vezes, drasticamente.

O fato de um ativo estar disponível para negociação não significa necessariamente que seja o investimento certo para a sua situação. E, como discutido anteriormente, todo investimento envolve o risco de perda de dinheiro.

Quanto investir em criptomoedas?

Alguns especialistas recomendam investir no máximo de 1% a 5% do seu patrimônio líquido. Ao considerar quanto investir em criptomoedas, Feldman sugere que “limitar sua exposição geral às criptomoedas é crucial e é importante nunca investir mais do que você pode perder.

Embora ter uma pequena exposição às criptomoedas possa melhorar o perfil de retorno ajustado ao risco de uma carteira diversificada, o valor total que você deve investir em criptomoedas deve ser ditado pelo seu portfólio de investimentos geral e sua tolerância ao risco.”

Nesse sentido, a diversificação dentro das criptomoedas é outro aspecto a ser considerado. “Os ativos específicos de criptomoedas que você possui são muito importantes”, explica Feldman. “Por exemplo, algumas moedas têm casos de uso a longo prazo mais promissores e podem ser menos suscetíveis à manipulação de preços.

Embora todo o mercado de criptomoedas seja extremamente volátil, pode haver menos risco nas criptomoedas de maior liquidez e maior capitalização de mercado em comparação com as criptomoedas menos conhecidas e mais especulativas. No entanto, até mesmo as maiores criptomoedas estabelecidas apresentam grandes oscilações de preço. Portanto, você deve considerar a combinação de criptomoedas que possui, além do valor total das criptomoedas em seu portfólio.

Na Stash, recomendamos não ter mais de 2% do seu portfólio total em uma única criptomoeda para limitar os riscos específicos das criptomoedas.

Vantagens de investir em criptomoedas

  • Antes de 2022, o preço das criptomoedas não estava altamente correlacionado com outras classes de investimento, como ações e títulos, então ter uma pequena exposição a esse espaço de alto potencial de crescimento pode melhorar o retorno ajustado ao risco. Embora as correlações entre criptomoedas e outras classes de ativos tenham sido altas em 2022, não está claro se essa é uma nova tendência.
  • Alguns especialistas comparam certas criptomoedas, como o Bitcoin, ao ouro: ambos são fungíveis e duráveis porque são difíceis de destruir, escassos devido ao fornecimento limitado, e seu poder de compra não é definido por qualquer autoridade central.
  • Graças à descentralização e transparência do registro distribuído, é difícil comprometer a integridade da rede por trás das criptomoedas.

Desvantagens de investir em criptomoedas

  • O mercado de criptomoedas é altamente volátil; pode ser difícil prever quando os valores irão subir ou cair, e as causas das grandes oscilações de valor nem sempre são claras.
  • Embora as blockchains de criptomoedas sejam muito difíceis de hackear, as pessoas podem ser suscetíveis a ataques de hackers, devido aos mesmos riscos inerentes a qualquer atividade online.
  • As criptomoedas atualmente não estão sujeitas a muita regulamentação governamental, por isso as transações não possuem proteção legal, ao contrário de investimentos tradicionais como ações.

Como manter suas criptomoedas seguras

Tomar precauções para manter seu investimento em criptomoedas seguro é uma das preocupações únicas desse tipo de investimento. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

  • Negocie apenas com corretoras e provedores de carteiras digitais confiáveis.
  • Proteja o acesso com senhas fortes, verificação em duas etapas e conexões de internet seguras.
  • Esteja atento a golpes de phishing que visam usuários de criptomoedas.
  • Não compartilhe sua senha ou chave com ninguém.

Como investir em criptomoedas

Deseja investir em criptomoedas? É essencial saber onde comprar e armazená-las. O investimento em criptomoedas está se tornando mais acessível a cada dia, com várias corretoras, semelhantes às usadas para investimentos tradicionais, disponíveis. Você pode abrir uma conta em minutos.

No entanto, assim como ao investir em qualquer ativo, pesquisar sobre uma moeda específica antes de investir pode ser uma escolha sábia. Se você está se perguntando como investir em criptomoedas pela primeira vez, as seguintes cinco etapas podem ajudar você a começar:

Etapa 1: Escolha em qual criptomoeda investir

Da mesma forma que você avaliaria os riscos potenciais e a saúde financeira de uma empresa antes de comprar suas ações, é importante entender e avaliar cuidadosamente as diferentes características únicas de cada criptomoeda que você está considerando para investimento. Você pode optar por investir em uma ou várias criptomoedas diferentes.

Analisar as criptomoedas pode ser mais difícil, pois elas se tornaram um veículo popular para fraudes, como esquemas de “pump-and-dump”. Esses riscos podem fazer você se perguntar como investir em criptomoedas sem se tornar vítima de uma fraude.

Feldman destaca que “para evitar esquemas de pump-and-dump, você não deve investir em criptomoedas menores/novas que estão sendo fortemente promovidas em plataformas de mídia social. Lembre-se de que é sua responsabilidade analisar o risco de investimento de uma determinada criptomoeda e que os especialistas em mídia social podem não ter seus melhores interesses em mente.

Embora você possa minimizar sua exposição a fraudes e riscos de segurança cibernética investindo por meio de uma plataforma grande e confiável, como toda a indústria não é regulamentada, é impossível eliminar esse risco. Por exemplo, em 2022, descobrimos que a FTX, que anteriormente era considerada uma plataforma confiável, estava sendo administrada por pessoas mal-intencionadas que desviaram fundos de clientes.”

Etapa 2: Escolha uma corretora de criptomoedas

As criptomoedas devem ser compradas por meio de uma corretora ou plataforma de investimento, como a Stash. Alguns fatores que você pode considerar ao escolher uma corretora são segurança, taxas, volume de negociação, requisitos mínimos de investimento e os tipos de criptomoedas disponíveis para compra em uma determinada corretora.

Etapa 3: Considere as opções de armazenamento e carteira digital

As criptomoedas são inteiramente digitais, então você precisa de um lugar digital para armazenar as moedas que você possui. Uma opção, de acordo com Feldman, é a plataforma de investimento que você está usando. “À medida que o mercado de criptomoedas se desenvolveu, a maioria dos participantes mais recentes optou por armazenar seus investimentos em criptomoedas na plataforma de investimento que estão usando”, explica Feldman. “Certifique-se de escolher uma plataforma que seja responsável pela custódia e segurança de seus ativos; esse tipo de plataforma será regulamentada, terá proteção contra hacking e ameaças cibernéticas e terá amplo seguro financeiro”, diz Feldman.

Se você optar por não manter suas criptomoedas nas plataformas mais populares, precisará de uma carteira digital de criptomoedas; elas contêm as chaves privadas que permitem acessar suas criptomoedas desbloqueando a identidade digital associada à sua propriedade, registrada na blockchain. Você pode optar por uma carteira digital “quente” ou “fria”. Uma carteira quente é acessível pela internet e geralmente mais conveniente.

Uma carteira fria é um dispositivo de armazenamento físico, como um pen drive, que mantém suas chaves de criptomoedas completamente offline e geralmente é mais seguro. Feldman diz que “manter suas criptomoedas em uma carteira fornece uma camada extra de proteção”.

Etapa 4: Decida quanto investir

Assim como em qualquer investimento, a quantia que você escolher investir em criptomoedas dependerá de muitos fatores, como seu orçamento, tolerância ao risco e estratégia de investimento. Você também deve considerar quaisquer requisitos mínimos de investimento e custos de transação, que variam entre as corretoras de criptomoedas.

Se você deseja investir em uma criptomoeda com um alto valor por moeda, Feldman destaca: “a maioria das corretoras permite que você invista com base em um valor em dólares, em vez de comprar uma moeda inteira, para que você não precise ter dezenas de milhares de dólares para investir em Bitcoin, por exemplo.

Foque no total de dólares que você deseja investir e não na quantidade de moedas que deseja comprar. Além disso, lembre-se sempre de nunca investir mais do que você pode perder.” Na Stash, recomendamos não ter mais de 2% do seu portfólio total em uma única criptomoeda para limitar os riscos específicos das criptomoedas.

Etapa 5: Gerencie seus investimentos

As criptomoedas são um investimento único, pois podem ser usadas para comprar coisas e também podem ser mantidas como investimento a longo prazo; como você gerencia suas holdings de criptomoedas depende de sua estratégia de investimento e objetivos. Você pode considerar aplicar o “Stash Way”, uma filosofia focada em investimentos regulares, diversificação e investimento a longo prazo. A Stash pode ajudá-lo a gerenciar seus investimentos em criptomoedas com portfólios de investimento automatizados que incluem exposição a criptomoedas.

Investimentos relacionados para explorar

Se você ainda não está pronto para se aventurar nas criptomoedas, existem alguns investimentos relacionados a considerar. Por exemplo, alguns Fundos de Investimento em Exchange Traded (ETFs) oferecem “formas de participar” do mercado de criptomoedas, mas não possuem diretamente criptomoedas ou seus derivativos.

Em geral, esses ETFs possuem ações de empresas com exposição ou envolvimento em processos que interagem ou apoiam os mercados de criptomoedas, seja por meio da mineração ou simplesmente mantendo grandes posições no balanço patrimonial em criptomoedas. Esses investimentos permitem que você se envolva nesse cenário emergente sem se aventurar nas criptomoedas diretamente.

Investindo em criptomoedas com a Stash

Se as criptomoedas te deixam animado ou apreensivo, entender como investir em criptomoedas abre opções se você decidir explorar esse tipo de investimento. Com a Stash, você pode ter exposição a criptomoedas selecionadas por meio do Grayscale Bitcoin Trust (GBTC) e do Grayscale Ethereum Trust (ETHE), que agora são componentes dos Portfólios Inteligentes da Stash.

Se você é um investidor do tipo faça-você-mesmo que acredita no potencial de longo prazo das criptomoedas, você pode navegar pelas ofertas de criptomoedas da Stash diretamente para pesquisar e decidir quais investimentos são adequados para você. Nossa Calculadora de Criptomoedas ajudará você a evitar estar superexposto em relação ao restante de seu portfólio quando comprar criptomoedas.

Perguntas frequentes sobre investimento em criptomoedas

O que preciso saber antes de comprar criptomoedas?

Criptomoedas são um investimento arriscado, então aborde-o com os olhos abertos para os possíveis obstáculos. A moeda digital é volátil, em grande parte não regulamentada e há muitas incógnitas sobre como essa nova forma de moeda se desenvolverá no futuro.

O que procurar em uma criptomoeda para investimento?

Cada criptomoeda é diferente, então a melhor opção depende de suas circunstâncias individuais. Dito isso, investidores iniciantes podem querer explorar moedas mais estabelecidas, pois há muitas informações disponíveis sobre como elas funcionam e seu desempenho ao longo do tempo.

Quanto devo investir em criptomoedas como iniciante?

Nunca invista mais do que você pode perder. Na Stash, recomendamos não ter mais de 2% do seu portfólio total em uma única criptomoeda para limitar os riscos específicos das criptomoedas.

Atualizado em by Forex Digital
Registro Rápido

Negociação de moedas, metais, petróleo, criptomoedas, conta demo com $10.000.

92%
Pontuação de Confiança

Ganhe $10.000 Virtuais! Nas Corretoras Abaixo

icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Pontuação de Confiança
icon Saiba Mais! icon Saiba Mais!
Risco de Perda de Capital
Pontuação de Confiança
Criptomoeda é uma moeda virtual que, assim como dinheiro em espécie, é uma fonte de poder de compra. Ela também é uma oportunidade de investimento e, como outros ativos de investimento, pode ser comprada com o objetivo de obter retorno financeiro. No entanto, é importante ressaltar que as criptomoedas são uma das classes de ativos mais voláteis, ou seja, seus preços têm grandes oscilações. Investir a longo prazo em criptomoedas, e não negociar especulativamente, é uma maneira de participar dessa tecnologia transformadora e de suas aplicações em desenvolvimento.